✿ܓܓ
um cantinho especial pra você ,de prosa en prosa vai surgindo uma pagina encantada cheia de cor e magia que a todos encantam sejam bem vindos a o Cheiro de hortela ✿ܓܓ✿ܓO ar tem cheiro de hortelã...ou borboletas. Não sei.

A cozinha é um pedaço da casa onde eu gosto de ficar.
Ali,tudo cheira a ela.
Uma mulher no canto me vigia mesmo sem presença física.
Converso com ela.
Ela reflete no chá que bebo.
Acho que de hortelã - não me lembro... -
Canto canções que falam de amor.
E entre as palavras a chamo.
E ela quer saber a noção exata do que sinto.
Ainda não aprendi a traduzir isso.Imito o vento.
Preciso de palavras novas.Mas,são sempre as mesma que me lembro quando penso nela.
Amor.
O ar tem cheiro de hortelã...ou borboletas.Não sei
Perdi um pouco da memória de mim.
Me encontro nela e nesse vago encontro com a essência que ela deixou aqui...

Mariana Gouveia

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Um cafe da manha delicioso


Sabe aqueles dias que você nao ta afim de nada meu marido trouxe estas quitandas de uma comadre nossa faz em formato de rosquinha coloca a fruta só escaldada e o açúcar de confeiteiro
Massa semi-folhada:
250g de farinha de trigo
15g de açúcar
5g de sal
10g de fermento biológico
1 ovo
100ml de leite integral
2 gemas para pincelar
125g de margarina folhada

Recheio
frutas de seu gosto

Creme
125ml de leite integral
50g de açúcar
10g de margarina Qualy
2ml de essência de baunilha
2 gemas
12g de amido de milho

Modo de preparo

Creme
Coloque em uma panela o leite, a margarina e o açúcar e leve ao fogo até ferver. Misture bem as gemas, o amido de milho e a baunilha e adicione ao leite fervendo, mexendo até o creme engrossar. Deixe esfriar e reserve.

Massa
Coloque todos os ingredientes secos em uma tigela. Em seguida, adicione os ovos, misture e, na seqüência, junte o leite aos poucos mexendo até obter uma massa lisa e homogênea.
Abra a massa em um retângulo de tamanho suficiente para dobrá-la em três partes. Espalhe a margarina nas duas pontas da massa, deixando o meio e as bordas sem margarina. Dobre uma das partes com a margarina para o meio, que ficou sem margarina, depois dobre sobre ela a outra ponta da massa com margarina, e em seguida abra a massa com um rolo. Repita o processo de dobra da massa por mais duas vezes. Na última vez abra a massa em uma espessura de 4mm.

Montagem
Com a massa aberta, divida-a em 2 bolinhas com o boleador deixe o furo no meio Passe uma fina camada de creme sobre cada furo , deixando 1cm para as bordas. Coloque sobre o creme as frutas picadas e polvilhe com o açúcar . pincele a borda com gema de ovo . coloque na assadeira, untada com manteiga. Pincele com gema de ovo e deixe fermentar por 1h. Asse em forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 25 minutos

5 comentários:

  1. Hummmmmmm!!! que delícia.
    Te desejo um final de semana como as fotos, doce e delicioso.
    Beijos de morango.
    Lua.

    ResponderExcluir
  2. Palavras magicas
    que cafe delicioso cheio de bolçachas.
    Eu estou adorando todos os seus blogs
    com amizade Monica

    ResponderExcluir
  3. Erica querida premeiramente quero agradecer sua visita amei seu blog !!!! e quero te dizer que nada e por acaso, quando vir seu recadinho sentir que vamos nos tornar amigas e engraçado mais foi o que sentir!!! espero que realmente cresça essa amizade porque vai ser uma grande amizade sinto isso!! tó tentando te enviar um recado desde do começo da semana e não estou conseguindo postar comentarios em nem um blog seja bemvinda sempre um grande beijo desculpe mais falo o que sinto tá bom. katia lemme ou katita kkkk
    deixei um recado pra vc no seu email

    ResponderExcluir
  4. nossa consegui!!!!!!!!!!!!!!!! kkkkk bjs

    ResponderExcluir
  5. para un día como hoy ... creo que esto seria mmm que rico que pinta tiene . Que bonita canción que suena ... es preciso paz para poder sonreír que tengas un lindo finde

    ResponderExcluir

Que bom que veio aqui espero que goste deste cantinho mineiro..

Seguidores

cursor

estrelinhas

brillho


fundo





....

cha quentinho ummmm

cha quentinho ummmm

mensageiro dos ventos